RSS

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Perdida


Olás,

Hoje estou aqui apenas para desabafar.

Há alguns meses tenho me sentindo perdida. Cheguei num ponto da minha vida que não sei o que devo fazer ou o que quero fazer.

Antes da cirurgia eu estava com a saúde muito debilitada e concentrada na minha saída de casa e no meu casamento.

Depois de 9 anos de namoro, resolvemos morar juntos. Primeiro eu morei na casa dos pais dele por 6 meses e depois vim para a minha casa.

Já era bem gordinha antes do casamento, mas depois que me casei engordei ainda mais. Minha saúde foi ficando cada vez pior e resolvi fazer a cirurgia barátrica. No meu caso, foi a melhor decisão que eu poderia ter tomado. Eu era um barril de pólvora que iria explodir a qualquer hora.

Passou a cirurgia, passaram-se os meses e os kilos foram indo embora. Eu ainda não estou satisfeita com o meu peso hoje, mas confesso que estou bem melhor.

Mas com o passar dos meses também começaram a vir os pensamentos: "e agora o que eu faço?".

Tenho quase 37 anos e não sei o que quero fazer da vida.

Voltar a trabalhar seria a melhor opção você diria. Eu deveria voltar a trabalhar na minha área de formação, me formei em fisioterapia, mas honestamente não sei se é isso o que eu quero. Ando me questionando se fiz a escolha certa. Quando comecei a estudar foi pelo motivo de acreditar que a fisioterapia ajudava a recuperar a dignidade da pessoas, que eu poderia ajudar outras pessoas a ter uma vida melhor. Realmente isso acontece. Confesso que já cheguei a chorar junto com o paciente quando ele conseguia recuperar um movimento (acho que deveria ser menos emotiva). Mas eu não estou nem conseguindo decidir o que quero da minha vida, quanto mais decidir qual o melhor tratamento para uma pessoa.

Quando era pequena, sempre achei que todo mundo tinha um dom especial. Hoje percebo que nem todas as pessoas tem esse dom. Durante muitos anos fiquei procurando o meu dom especial e tentei fazer muitas coisas: fiz teatro, fiz/faço aulas de dança, aulas de idiomas, fiz uma faculdade e meia, comprei um violão, fui morar em outro Estado, me vestia de maneira diferente, tive o cabelo de várias cores, conheci pessoas interessantes, etc... enfim, eu sempre estava buscando esse meu dom especial. Aos 37 anos, confesso que ainda não achei (se é que ele existe...).

Graças a Deus tenho uma marido maravilhoso e que tem sido muito paciente comigo nesses últimos meses. Ele é meu porto seguro (em todos os sentidos).

Ultimamente até andei pesando em ter um bebê. Mas não sei se seria pelo motivo correto. Um filho não deve servir para preencher um vazio por você estar perdida. Se planejado, como seria o meu caso, você tem que querer mesmo, tem que estar disposta a ceder muito de você. Eu honestamente não sei se estou preparada.

Como havia dito antes, passo muito tempo sozinha. Meu marido trabalha o dia todo e eu fico o dia todo em casa. Nisso, esses pensamentos ficam indo e vindo e me sinto cada vez mais perdida.

Acredito que pelo fato de não estar trabalhando eu deveria me cuidar melhor, ser uma mulher mais vaidosa. Meu marido às vezes me fala isso. Ele sempre disse que nunca se importou com fato de eu ser gordinha, ele apenas queria que eu me cuidasse mais. Hoje em dia estou um pouco melhor, mas continuo odiando ficar horas no salão e odeio fazer as unhas. Faço essas coisas por que me obrigo. Eu gostaria de ser uma mulher um pouco mais "perua", daquelas que estão sempre com as unhas bem feitas e com salto alto. Acho bonito, mas eu tenho muita preguiça. Só de pensar em sair de casa para fazer isso, já desisto. Tenho que marcar as coisas e não pensar muito senão não vou... rs...

Fico reclamando que estou gorda porém, fora a cirurgia, não faço muita coisa para melhorar. Tem academia aqui no prédio, mas eu não vou.

Antes eu gostava de cozinhar, porém gostava de fazer comida gorda. Eu não gosto de legumes e frutas, como por que preciso e sem pensar muito. Para piorar, meu marido não come nenhum tipo de legume/verdura ou quese nenhum fruta. Eu tenho que fazer comida só para mim. Fiz uma sopa de legumes com carne moída quando cheguei do hospital, joquei o que sobrou fora hoje, detalhe: comi apenas naquele dia. Fui olhar na minha geladeira agora e tenho um pacotinho de alcelga e duas beringelas, além de algumas frutas. Mesmo sem querer preciso me obrigar a comer o que é certo. Eu quero me tornar uma ex obesa e quero manter meu peso. Tenho muito medo de engordar novamente.

Já tentei sem sucesso seguir a dieta da nutri, mas novamente vou tentar. Vou planejar um cardápio para os próximos dias e vou pedir para o meu marido esconder os salgadinhos que ele adora comer.

Estou perdida, mas graças a Deus sou uma pessoa de muita fé. Continuo acreditando que uma hora vou me achar.

Beijos

15 comentários:

Cacau disse...

Oi Cris..tudo bem? Olha, indecisao eh normal em qualquer momento da vida...e necessaria até. Essas crises existenciais nos dao a chance de questionar o que fizemos ate aqui e buscar novos caminhos. Olha..gorda ou magra, solteira ou casada, mulher tem que se cuidar! Unhas e sombrancelhas feitas, um batonzinho, cabelo penteado e limpo..esse eh o kit basico nao so de beleza como de higiene! Vc quer ser mais perua? Experimente? Va um dia numa loja qualquer, sem nenhum compromisso de comprar. Compre roupas que vc gostaria de vestir, mas nao compra pq nao tem coragem(ainda..rs) Vista tudo o q quiser, va testando alguns looks. Quando encontrar algo que goste...compre. Surpreenda a si mesma e ao seu marido com um visual novo. Vc vai gostar!! Quanto a duvida profissional...acho que tudo depende da situacao de cada um. Eu trabalho com TI. Nao sou apaixonada pelo que faco, mas foi nesse ramo de atividade que me firmei profissionalmente, comprei meu apto enfim...conquistei minha autonomia. Mas meu sonho eh ser advogada. Se vou realizar?Nao sei. Mas nao vivo pensando no que nao fiz! Fiz o melhor que pude com a minha vida ate aqui. Quanto ao filho..concordo com vc..filho nao eh pra cobrir vazio existencial. Tem que ser planejado PELO CASAL. E vc e seu marido tem que estar conscientes da revolucao que uma crianca causa na vida de voces, em todos os sentidos. Crianca demanda tempo, atencao integral, sacrificios materiais e emocionais. Nao importa se vc vai estar bem ou nao, seu filho vai precisar de vc. PENSE MUITO BEM antes de engravidar.rs Parabens pela decisao de fazer a cirurgia e por ter ja emagrecido. So que a cirurgia eh so uma ferramenta que vai te AJUDAR. Ela nao vai resolver o problema pra vc. NOS SOMOS OS AUTORES DA NOSSA HISTORIA. NOS DECIDIMOS COMO VAMOS SER. Pense nisso. Reflita, avalie, e tome decisoes para ser uma pessoa muito melhor, muito mais feliz do que vc eh hoje! Beijos, fique com Deus! Tenho um blog tb..http:atitudesdemulher.blogspot.com.

Dani Helinsky disse...

Oi, Cris tudo bem? Estou no projeto de natal de Lau e começando a visitar os blogs. Li teu post e me identifiquei muito. Eu também estou perdida no quesito profissional. Me formei em fonoaudiologia, mas não exerço mais. Virei funcionária pública numa área totalmente diversa da minha. Não estou feliz, não quero continuar lá, mas tbm não quero voltar a ser fono, pois não me dá segurança financeira. Só com muita fé mesmo é que vamos nos descobrir. Beijos.

Fabiola Neves disse...

Miga!
A questão toda é realmente se ocupar de algo. Por que vc não faz uma especialização na área de fisoterapia respiratória para bariátricos? Sei lá... me veio a cabeça isso na hora em que estava lendo seu post.
É uma área que vc pode ter o domínio teórico e que a prática vc já vivenciou e pode passar tranquilidade aos seus pacientes. O que acha?
Um filho também é algo muito iluminado. É a continuação de nossa espécie. É a certeza de que teremos uma continuação.
Tudo o que vc teme irá pelo ralo quando o sorriso de sua criança vier no rosto.
Amanhã vc estará de niver de meses. Vc está linda, deslumbrante.
Não é sempre que a gente gosta de se cuidar mesmo, mas é muito legal receber elogios, não é?
Então anime-se e cuide-se SIM!!! Vá fazer as unhas, os cabelos, usar roupas novas de inverno... ser um luxo só. Nâo precisa ser perua, basta ser vc mesma para que vc se realize.
Te adoro. Sei que essa fase vai passar.
Força na peruca e vamo que vamo!
Beijinhos

Laura disse...

Oi eu tbm estou dentro do projeto de natal, estou passando para conhecer as minhas companheiras de luta! Já estou te seguindo!
Olha vc conhece aquela música do Zeca pagodinho?
E deixa a vida me levar
(Vida leva eu!)

Só posso levantar
As mãos pro céu
Agradecer e ser fiel
Ao destino que Deus me deu
Se não tenho tudo que preciso
Com o que tenho, vivo
De mansinho lá vou eu...

Se a coisa não sai
Do jeito que eu quero
Também não me desespero
O negócio é deixar rolar
E aos trancos e barrancos
Lá vou eu!

Deixa a vida te levar!!!! Todos temos indecisões o que não pode é vc ficar parada vendo a vida passar!
O meu trabalho não é aquilo que imaginei, mas tenho esperanças de me formar em algo novo e mudar.. vc deve fazer o mesmo, pense no que te agrada e corra atrás
Quanto a emagrecer e se manter é uma decisão que só depende de vc, procure comer alimentos que te agradam, procure na internet receitas light que são gostosas... enquanto vc comer coisas que não te dão prazer, não vai mesmo conseguir. Eu por exemplo como coisas light, mas só o que me agrada e assim estou conseguindo seguir firme!
E se vc não gosta de ir ao salão, chama a manicure para ir até a sua casa, várias manicures trabalham assim e até cabelreiros, depilação. Tenho muitas amigas que não gostam de ir ao salão e usam essa opção!
Toda mulher gosta de se sentir bonita e vc não é diferente, o que ta faltando é dar um up!!!
Faça as unhas, mude a cor do cabelo, faça um corte diferente... vc vai ver que se sentindo mais bonita vai te dar mais animo!

Qdo quiser passa lá no meu blog:
http://buscandoaboaforma.blogspot.com/

FADINHA - Diário Virtual disse...

Cris, fica assim não!
Olha, tb tô meio sem saber o que fazer na vida, também me sinto parecida contigo... Fiz turismo, pedagogia... e nem sei o q fiz! pedi demissão do último emprego, estava super infeliz e agora estou em casa. Acho que esse questionamento não é só seu não. Não sinta-se peixe fora d''água e nem obrigada a responder todas as perguntas.
Você é importante e especial... isso é o bastante. O que vier é lucro!
Qdo quiser, conta comigo, tá?
Bjs

Val disse...

Amiga,
Sei exatamente o que você esta passando,mas gostaria de dizer que você e muito importante para várias pessoas e inclusive pra mim,ao ter a coragem de se expor dessa forma tão real, se puder procure ajuda de uma terapia, eu voltei a fazer e estou sentindo uma pequena melhora....beijossssssss

Bianca disse...

Olá!
Também estou no desfio do Natal e passei para conhecer e dar uma força.

É normal passarmos por momento de indecisão, mas com calma tudo se vai resolver...
Eu estou a passar por uma situação diferente. A única coisa que tenho bem decidida na minha vida é a parte profissional, pois quando não tenho de pensar em trabalho sinto um grande vazio...
Beijocas e muita força!

Danna disse...

Nossa... comentários compridos!!!! Mas posso escrever, né? Então tá.
Cris, ontem estava pensando nestas coisas de blog e me veio uma coisa a cabeça. Você é muito especial e vejo que muita gente na blogosfera gosta genuinamente de ti, inclusive eu. Você sabe retribuir e parece gostar de interagir com as outras pessoas. Parece ter um carisma enorme! Sou sua fã e até acho que seria interessante que vc retomasse sua jornada na direção da fisioterapia. Não seria interessante pensar em fazer um curso só pra reabrir esta porta? Se te sentes perdida, vai pra uma coisa de cada vez, senão vc pira. Realmente um filho faz com que passemos a segundo plano em nossa propria vida, mas eu sempre me conciderei uma moça um pocado imatura, mas me surpreendi a mim mesma como mãe pela positiva. Parece que meu filho sempre existio em minha vida e não me imagino sem ele, e sei que sou a mãe que muitas crianças gostariam de ter, modéstia a parte. Acho que pessoas como vc, devem mesmo se dar aos outros. Talvez assim, redirecionando teu foco para os outros, tu consigas te sentir mais realizada. Pareces ser uma excelente profissional, e tua comunidade está a perder e muito com tua falta. Também acho que tens o direito de acolher um anjinho que te espreita lá de cima no céu. Os filhos completam a nossa alma. Amiga, não se martirize com essa coisa de não ir a academia do prédio. Vc precisa se manter activa, nem que seja fazendo caminhadas no parque!!! Não tens que ser igual aos outros! Vá para a natureza, e entre em contato com ela. Sinta o vento a bater no seu rosto, o calor do sol em vc, uma criança que ao passares sorri pra ti... não se tranque entre as quatro paredes de uma academia. Pode não ser teu habitat... srsrsrrs. Coma intuitivamente. Coma pra se alimentar e não alimentar as emoções, if you know what i mean... reprograme sua mente para uma alimetação que te supra e não que te divirta a 100%. Se reprograme para assumir está mulher magra e linda que vc está se tornando, sem meter na estória esta coisa de salão e manicure, que pra ti agora pode ser uma forsação de barra e pode está a desviar tua energia das coisas que realmente precisas. Tu tens um um don sim. Acredito que todos temos. Só precisas deixar falar tua alma. Nós temos uma capacidade incrivel. Espero que te encontres em meio a muita felicidade e realizações e que tu tenhas uma conversa contigo mesma, de Cris pra Cris, olho no olho. Um beijão amiga, e parabéns.

Mili disse...

Não tenha dúvida amiga, às vezes parece que tudo está fora de sintonia, que nós não nos encaixamos em nada, ou que nada parece nos satisfazer! Mas são fases, e vc vai superar essa como tantas outras que já deve ter deixado para trás...cuide de vc, como mesma disse, seja vaidosa, faça as coisas tudo por si mesma! e perceberá que tudo em torno começará a fazer mais sentido!
Conta comigo!
Beijos
ótima sexta!

Rosângela Massoterapeuta disse...

Oi querida
Muita força para vc, um dia de cada vez, as vezes parece que ta tudo perdido, mas é a nossa força brotando de onde menos esperamos!!!
Jamais desista de vc!!!
Bjão e ótima sexta!

armalu disse...

Força Cris voce consegue, não vou repetir o que seria logico, pois já toda as pessoas disseram, e voce já sabe, digo-te apenas força, voce tem muita mas ainda não a descobriu, vá enfente, tem seu marido, faça-o por ele por vosso amor e se cuide, mais e se ponha bonita para ele,bonita voce já é e muito, nos parece uma mulher com muita garra, eu já fiz as asneiras que voce esta fazendo agora, e como me arrependo , meu Deus, se podesse voltar atráz, faria tudo diferente, te cuida amiga, custa um pouco mas depois vai valer a pena. voce é linda. profissinalmente tente fazer o que lhe der prazer, que a realize, e viva, viva a sua vida com alegria e prazer, esta conquistando vitórias na balança, e vai conquista-las na vida. muito amor e luz em vossa vida bj.

LiFe AiNt EaSy disse...

Oi linda, bem tas com um dilema na tua vida mas sabes que o tempo é o teu melhor amigo e ele vai-t a ajudar a descobrir algo para fazeres um up a tua vida.
Em relaçao a comida tb me esforço para comer legumes e frutas mas tem mm k ser...
Não andes desanimada e vive o dia a dia no fim tudo da certo... ;)
beijocas e bom fim de semana!

Fabiola Neves disse...

Miga,
Parabéns pelos seus 10 meses.
Vc é linda e maravilhosa.
Gostaria de encontrar pra comprar um look igual ao que vc mostrou nas fotitas, mas não encontro por aqui!!! Afff cidadezinha cara e que não tem gosto pra moda!!!!
Beijinhos

disse...

Oie Cris...Olha Amiga, li alguns dos comentários aqui, e como vc mesmo pode ver todas pasaram ou passam por isso, o que me deixa bem tranquila pois o que estamos passando nesse momento, PODE ser uma fase depende de nós para que não dure e vire uma vida...

Amiga, faça uma facul ou curso em uma área que vc goste, em algo que te dê prazer, Faça uma análise e defina coisas que vc tem prazer em fazer, coisas que vc sonhou em ser qdo criança, ou que te deixa feliz...

Força amiga...

Bom fim de semana!

Beijos.

Maryzinha disse...

olá
também estou no projeto natal... e estou a seguir-te. gostei muito do teu cantinho
bjus

Postar um comentário

Adoro receber o seu recado!